10 maio 2018

O Refúgio do Marquês - Lucy Vargas









Sinopse:


"Agora você é meu refúgio e, com certeza, o mais belo".
Henrik e Caroline não poderiam ser mais diferentes.
Ele, o Marquês de Bridington, é um homem selvagem e inapropriado, que vive há anos no campo, fugindo dos fantasmas do seu passado obscuro e repleto de segredos.
Ela, Caroline Mooren, a Baronesa de Clarington, é uma jovem destemida, com um passado doloroso, que recebe a missão de reformar a mansão e talvez o marquês, ao menos é o que a marquesa viúva espera.
Ele é um caso perdido. Ela é uma mulher com um futuro incerto. Mas juntos, eles se completam e acendem a chama da paixão, que ambos acreditavam estar completamente extinguida, trazendo à tona segredos e temores que ambos escondem.
Se reerguer sob o peso do passado será uma batalha que ultrapassará os limites do refúgio que o marquês pensa ter construído, mas será que o amor é capaz de ultrapassar tantas barreiras e vencer, ou eles perderão tudo outra vez?

Sabe aquele livro que você compra e sem motivo nenhum deixa no final da pilha e depois quando vai ler se arrepende de ter esperado tanto tempo? Foi o que aconteceu comigo, depois de esperar mais de um ano para ler esse livro eu li e me arrependo profundamente por ter esperado tanto.

O livro nos apresenta Henrik e Caroline duas pessoas que sofreram com o passado sofrido e carregam marcas em suas personalidades. Henrik se tornou um selvagem como sua mãe costuma falar e Caroline é uma mulher que nunca se apaixonou e nem acredita que isso vá acontecer um dia.  Então a marquesa viúva (DIVAAAAAAA) dá a Caroline a missão de reformar a mansão, o marquês e todo mundo!

Eu preciso começar o livro falando da personagem que rouba a cena, a marquesa viúva, essa mulher não só me arrancou muitas gargalhadas, mas o jeito dela de falar é sensacional. Ela é aquela personagem que você não dá nada, mas logo no início do livro rouba a sua simpatia.

Caroline chega à casa de Henrik e encontra tudo uma loucura, ele não tem empregados, a casa está uma sujeira, não tem comida descente, quarto descente, nem o marquês está descente com seu corpo excessivamente bronzeado e o constante botão de sua blusa aberto. E como se não bastasse tudo isso ela ainda tem que lidar com o embuste da marquesa atual que tem a mania de chamar todas as mulheres de redonda, pausa para dizer que se tem alguém que eu odeio nesse livro é a marquesa ela é uma mulher odiosa.

Refúgio do Marquês veio para encerrar uma maratona de livros de época que eu estava lendo e eu não poderia ter feito escolha melhor. Lucy nos apresenta uma trama original e encantadora, que prende o leitor desde as primeiras páginas e apesar do coração gelado da autora (é coração gelado mesmo) nos dá um romance perfeito

Nenhum comentário:

Postar um comentário