05 fevereiro 2018

Dupla leitura Harper Collins

Ah como eu amo romances florzinha e a Harper Collins está fazendo a felicidade da Anninha aqui lançando os romances de banca que conquistaram o mundo em tamanho de livro normal, ganhando uma nova roupagem e uma sofisticada essa dupla da Leslie kelly e irresistível recomendo que você saia correndo para comprar...



Mãos Quentes


Sinopse:Ele era capaz de pensar em dezenove coisas para fazer com ela… Dezenove meios de ocasionar um encontro. Dezenove frases sedutoras. Dezenove minutos de onde estavam até a casa dele. Mas Jake era apenas o número dezenove em um leilão de solteiros beneficente. E tudo o que ele podia fazer era sonhar que aquela morena maravilhosa em meio à plateia de mulheres ricas e fúteis pudesse querer arrematá-lo. Ela não hesitou em dar um lance de vinte e cinco mil dólares para tê-lo. Maddy não tinha a intenção de usufruir do prêmio. Seu único objetivo era impedir que a madrasta traísse seu pai com um gigolô. Por isso, fizera a oferta mais alta. Uma vez que a missão fora cumprida, tudo o que ela queria era voltar para a casa e assistir a sua série favorita… Mas seu caminho fora barrado pelo solteiro de número dezenove com 1,92 m de altura e pura masculinidade… Maddy ignora que arrematou o homem errado. E agora que estão juntos, as mãos quentes de Jake vão desvendar seus segredos a cada centímetro.
Mãos quentes foi a minha segunda leitura do ano, trouxe esse dois romances de banca do lindo estante da Harper Collins na Bienal do Rio fiquei em uma dúvida cruel Leslie Kelly ou Nora Robert acabei optando pelo leilão de solteiros mais cobiçados da bienal já  publicado pela Harlequin através do selo Flor da Pele e gente, esse livro é bom tem uma pegada bem sensual, uma história que me conquistou e me levou ao dia do leilão.

Maddy Turner é conhecida como a Rainha do Gelo, mulher de negócios, não quer saber de homens e de qualquer relacionamento. Porém, sua madrasta está prestes a “comprar” um homem em um leilão beneficente e consequentemente trair seu pai, mas junto com sua irmã, Maddy irá até o evento tentar anular qualquer lance.

No dia do evento Maddy está escondida num canto esperando o momento de interver, mal sabe que está sendo observada. Atrás das cortinas do palco está Jake Wallace, um paramédico, que está ali para ser leiloado a pedido de um amigo, tudo claro pela causa beneficente. Ele está esperando ser chamado ao palco, quando põe os olhos em Maddy, logo sente uma atração e começa a torcer para que ela o arremate.

Como se Deus ouvisse suas preces Jake é arrematado por Maddy e logo que ele tenta uma aproximação, ela foge apesar de sentir uma imensa atração por ele, pois adivinhem, ela acha que ele verdadeiramente é um acompanhante (o livro o chama de prostituto). Só que na hora de organizarem as fichas dos participantes, a de Jake foi trocada e ela nem imagina que na realidade ele é um paramédico. E por mais que Maddy tente resistir, não conseguirá, pois Jake sabe ser muito insistente, tem muita paciência e pode esperar o tempo que for preciso para ela render-se aos seus encantos.

Mãos quente representa bem a proposta da Harper Collins Brasil de presentear as leitoras brasileiras com grandes clássicos dos romances de banca Harlequin. Essa leitura foi muito sensual e não sexual e isso me encantou. A história toda é bem envolvente, pois isso de troca de papéis proporciona a nós leitores boas risadas. Quando Jake começa a falar do seu trabalho, Maddy acha que ele vai contar o que faz com outras mulheres e ela fica horrorizada.

Jake é um gostoso, braços fortes, músculos definidos, mãos grandes, enfim tudo de bom. Logo que vê Maddy sente muito desejo, mas quando descobre que ela acha que ele tem outra profissão até pensa em terminar tudo, porém antes que faça isso, Maddy faz uma proposta impossível dele recusar.

Todos pensam que Maddy é fria, mas tem um coração enorme e sofre muito por sua família, ainda mais que nenhum deles tem sorte no amor e ela acha que também nunca terá. Quando o relacionamento com Jake começa a pegar fogo, se torna uma válvula de escape e ela começa a viver mais intensamente.

Eu gostei muito do livro, uma história gostosa de ler, não tem nada de mais, mas nos prende desde o início. Fiquei com receio de decepcionar-me em algumas partes do livro, mas não, atendeu todas minhas expectativas. Para quem gosta do estilo é um prato cheio.

- Jake...


- Ou que se eu caísse em seus seios incríveis e morresse ali, eu morreria com um sorriso no rosto.


- Ah, meu Deus.
- Ou que, quando eu toquei sua perna esta tarde, tudo o que pude pensar foi em como suas coxas são delgadas, com que facilidade minhas mãos as envolveriam. Quão incrível seria erguê-las sobre os meus ombros, conseguindo o melhor ângulo possível, de modo que eu pudesse preenchê-la tão completamente que você sentiria como se fosse se partir em duas.
- Santíssimo!- exclamou alguém.
Não foi ela.
Sanidade retornou quando Jake percebeu que a garçonete deles estava ao lado da mesa, com olhos arregalados e faces rubras. E ouvindo tudo.
- Uau, que coisa quente. Se ela disser não, eu posso lhe dar o número do meu telefone.
No final do livro eu já estava revirando minha estante atrás da continuação da série e assim em carreira eu parti para minha terceira leitura do ano por que a Harper Collins Brasil colocou um feitiço nos livros que quando você começa a ler não consegue parar e tem que correr para o próximo...





Doce Tensão

Sinopse: Annie tinha apenas dois mil e quinhentos dólares para arrematar um namorado de fachada. Mas não hesitou em oferecer cinco mil assim que o viu em carne e osso. Pela descrição, o solteiro número 20 parecia ideal. Mas ela não podia imaginar que dera o lance para o solteiro errado!


Annie Davis está em um leilão de homens para “comprar” um acompanhante. Ela precisa desesperadamente de alguém que se passe por seu namorado para apresentar na reunião de sua família.

Sean Murphy é o homem que será comprado. Ele nem imagina na enrascada que está se metendo, mas assim que colocar os olhos em Annie ele fará tudo que ela quiser.

Esse livro tem uma ligação com o primeiro da série, pois os dois tem início no mesmo leilão , o problema é que os dois homens protagonistas desses livros tiveram seus papéis trocados. No caso de Doce Tensão, no dia do leilão Sean é apresentado como paramédico, mas na realidade ele é acompanhante de mulheres.

Annie fica encantada quando lê a ficha dele, afinal um paramédico seria um ótimo namorado para apresentar para sua família.

Gostei muito desse livro. Sean é um amor de pessoa além de muito sexy, tem cabelos compridos, usa um brinco e tem um corpo escultural (imaginei-o como um pirata). Claro que ele não conta de imediato o seu verdadeiro “emprego” para Annie, acredita que depois que ele conhecer os pais dela nunca mais a verá, então, não precisa contar a verdade.

Annie acaba de sair de um relacionamento conturbado onde sofreu muito. É a única filha mulher no meio de vários homens e também é muito protegida pela família. Logo que acabou seus estudos Annie saiu do interior e foi morar na cidade, abriu um negócio próprio, mas em vez de sua família dar apoio, torcem para que ela não consiga seguir adiante e volte logo para casa. Ela quer um namorado para mostrar para a família que está bem, é independente e não precisa da ajuda de ninguém.

A narrativa de DoceTensão é em terceira pessoa. O livro é bem envolvente, tem os dramas dos dois personagens (que não são poucos) e é muito sensual, Annie e Sean quando estão juntos pegam fogo. Fiquei bem feliz com o desfecho do livro, não foi aquele drama quando Annie descobriu a verdade, fiquei um tanto surpresa com sua força e a atitude que ela tomou. Para resumir, achei lindo.

Pense num mulherão da porra e Annie que assumiu seus sentimentos e suas consequências eu não me decepcionei com a escrita e o enredo proposto pela Leslie Kelly que e uma antiga conhecida minha pois herdei alguns livros de banca ecrito por ela da minha mãe.

Amei as duas leituras e recomendo babys


Nenhum comentário:

Postar um comentário