04 maio 2017

Uma noite apenas - Bya Campista

UMA NOITE APENAS


Olá matilha!
Hoje vou falar do livro de uma amiga que o mundo literário me deu; ele é UMA NOITE APENAS da Bya Campista.
Minha relação com este livro é das mais excêntricas e divertidas.
Conhecemo-nos num evento pré-bienal do Rio/2015.
Durante a Bienal garanti meus PELE e ALMA; porém no último sábado, já bem tarde da noite, Bya tinha um único exemplar, da antiga edição de UMA NOITE APENAS. Fiquei tentada pela capa, pra dizer a verdade.



Apenas dois copos de uísque. Confesso que me chamou a atenção. Até por que eu sou chaaaaaaaata pra capa... E por ser diferente, me deixou muito curiosa.
E Bya ostentava aquele exemplar nas mãos. E eu dura... O dinheiro já tinha terminado há muito... O caixa eletrônico a quilômetros de distância... Fiz uma única pergunta a ela:
— Qual o seu banco?
E ela me deu a única resposta que eu queria ouvir.
Sem duvidar, tomei-lhe o livro das mãos, abracei-me a ele, e disse:
— Agora é meu! Me passa o nº da conta. — Só que aquela altura, ela nem lembrava de nada disso; combinamos então que no dia seguinte faríamos contato e eu pegaria os dados devidos e efetuaria a transferência.
Pensa que ela me respondeu? Ignorou-me solenemente.
Eu louca para ler o livro, mas não poderia começar, pois ainda não tinha pago pelo mesmo. Cruel destino o meu.
Só três dias depois, que a devida informação me foi passada e o livro, devidamente pago.
Naquele mesmo dia comecei a ler, e no dia seguinte, encontrava-me extasiada com Srtª Brooks e o Dr. King.
No início de novembro de 2016, UMA NOITE APENAS foi lançado pela editora Novo Século, com outra capa, mais maravilhosa que a primeira edição. Que me deu uma ótima ideia, para fazer marcadores com fitas e rendas, vermelhas lógico. E com a cobertura fotográfica do Casal Aficcionado, que tem o poder de me deixar bonita em todas as suas fotos.

Aí você me pergunta, por que sou tão apaixonada por esse livro.
Poderia dizer que é pelo empoderamento da Angelina. Que é uma mulher livre, independente, dona da sua própria editora, do seu próprio dinheiro, do seu próprio nariz.
Ou então pelo amigo/irmão Tray, que é daquele tipo que chega junto sempre. Está disponível para tudo e por tudo. O braço direito e esquerdo da nossa heroína.
Mas acho que me apaixonei mesmo foi pelo Evan King. Um homem que encara a vida de frente, reconhecendo seus sentimentos e sem medo de demonstrá-los. Não é o tipo de homem que foge de uma relação, pelo contrário. Ele cercou Angelina com seus tentáculos, não deixando muito espaço para ela fugir dele. Foi fundo, propondo uma noite apenas a cada noite, e assim, minando todas as defesas dela. Além de mergulhar profundamente nos problemas que a Srtª Brooks fazia de tudo para esconder. Perdi a conta de quantas calcinhas Evan confiscou e rasgou.
Bya toca em assuntos muito pertinentes, como doenças hereditárias, provocadas e até mesmo a obsessão pelo outro, como as falsas tentativas de suicídio de uma amiga do Evan.

O livro é escrito em primeira pessoa e a único detalhe físico que Angelina se permite nos informar, são seus olhos verdes. Fora isso, nada de corpo magérrimo ou escultural; cabelos loiros, castanhos, ruivos ou negros; pele clara ou escura. Ela não precisa se afirmar gostosona, por que a Srtª Brooks não tem nenhum problema de autoestima, pelo contrário; é perfeitamente bem resolvida consigo mesma, com seu corpo e eu amei isso.
Gostei de mais de toda a trama; de como a Bya desenvolveu e desenrolou a história e os acontecimentos felizes, tristes, alegres, raivosos...
Enfim eu amei e amo essa história, inclusive as capas; é tanto que tenho as duas edições.

Daí vocês podem falar que estou puxando o saco da minha amiga Bya Campista, mas não me importo com isso não. Amo Bya, amo sua escrita e me acho gabaritada sim, para elogiar os livros que gosto. Livros que leio e releio quantas vezes me der prazer.
E o que é a leitura se não um ato de prazer?
Então matilha, delicie-se e tenha seu prazer com UMA NOITE APENAS.
E ñ se esqueça: Carpe dien.
Beijinhos!
Fabíola Andrade


Nenhum comentário:

Postar um comentário