29 abril 2017

Natalina - Gabriel Sidney


Lina achava que nunca fosse mais encontrar sua mãe, principalmente depois da dor que ela lhe causou no passado. Mas será que é possível o espírito natalino unir dois corações perdidos em uma simples noite de Natal?




 Natalina – Gabriel Sidney

Eu confesso que comecei a ler essa história achando que seria um conto de natal igual aos outros mais fui surpreendida por esse rapaz.
Quem conhece e já viu o Gabriel sabe que ele é um rapaz de apenas 16 anos, porém com um vasto currículo de livros e contos. E talvez tenha sido a pouca idade que me fez subestimar Natalina, mas aprendi que não se deve julgar um conto pela idade do autor, já que a capa é lindíssima.
O conto leva o nome de sua personagem principal, que recebe o convite de passar o natal na casa de sua avó. Isso pode parecer pouco importante ou até mesmo muito normal para muitos de nós, mas não para Lina.
Nesse jantar acontece de tudo. Tem aquele primo inconveniente, que só faltou contar a piada do pavê, tem aquele barraco básico de natal (eu não sei na casa de vocês, mas na minha todo ano tem um barraquinho) e tem aquele amor que só nossa família pode transmitir para a gente.
Natalina é um conto que te ensina o verdadeiro significado do perdão,eu poderia contar o que leva você (leitor) a este aprendizado, mas eu iria estragar o gancho principal do livro então prefiro deixá-los na curiosidade de ler esta obra e tirar lições tão profundas quanto as que tive.
Gabriel Sidney vai estar este domingo (30/04/2017) na livraria Leitura(Shopping Nova América) junto com a fofíssima Thati Machado lançando a versão física deste título em uma edição “vira-vira” com o conto: Entrelaçados. A equipe das Alfas Literárias estará presente a fim de prestigiar estes autores que fazem parte da nossa linda matilha. 

Kelly Teixeira "Queen"



Um comentário: