01 abril 2017

Dez formas de fazer um coração derreter - Sarah Maclean

Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter

Série Os Números do Amor – Livro 2

Sarah MacLean


Resultado de imagem para sarah maclean livros




Isabel Towsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.
Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importa o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.
Para sua sorte, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.
Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que se vale a pena confiar. Enquanto eles põe de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.
"Lorde Nicholas é um modelo de masculinidade. E seus olhos, caro leitor! Tão azul! "

Pearls & Pelisses, junho 1823

 EDITORA ARQUEIRO




Só pela autora, você sabe que é certeza de boa leitura.
A série conta as desventuras de três irmãos; Gabriel, o marquês de Ralston; Nicholas, o irmão menor; e Juliana, a bastarda italiana.
Os livros são independentes, mas por contar a história dos irmãos, as famílias se misturam nas três narrativas.
Inteligente, divertida, romântica e sempre sexy, Sarah nos faz passear pelo Norte da Inglaterra do século XIX, numa narrativa fluida e sensual.
Nossa heroína é daquelas moças que não se atêm as normas rígidas da sociedade, até por que não tem tempo para isso, pois conduz a Casa de Minerva – um abrigo seguro e respeitoso, para mulheres que foram ameaçadas pelos homens que deveriam protegê-las. Sim cara leitora, a violência contra mulher é algo que atravessa a existência humana, de uma forma humilhante e degradante, para o homo sapiens. Nick a descreve como incrível, corajosa, forte e destemida. E ela é tudo isso mesmo, haja vista que teve que tomar as rédeas de sua família, depois da morte da mãe, quando ela tinha apenas dezessete anos e o irmão menos três; além de sofrerem com o abandono do pai, o Conde Perdulário. Mas cara leitora, eu não vou lhe dizer por que o caro papai aí foi denominado com tal alcunha, por que isso, terá que descobrir por si mesma.
Nas dez formas de se fazer um coração se derreter, que são ensinamentos direcionados especificamente as donzelas, para aprenderem a derreter os corações de seus respectivos lordes, percebemos que não são apenas os corações masculinos que precisam ser derretidos, mas os femininos também.
Os personagens coadjuvantes são muito ricos, deixando-me curiosa por querer conhecer também suas histórias.
Não costumo destacar citações dos livros que comento, mas a Lição Número Oito, é tão verdadeira para mim, aliás sempre foi, que acredito que vale destacar, pois sempre acreditei que você só ama realmente quando conhece e aceita os defeitos do outro. Aquela velha máxima de que você vai modificar seu par, depois do casamento, é a maior de todas as mentiras que lhe contaram, por que nunca modificará o outro. Então cara leitora, se você não aceita, se você não suporta conviver com os defeitos alheios, nunca, jamais verá seu relacionamento sobreviver ao desgaste natural do tempo; mas se você suporta o chulé do marido, com certeza, terás um casamento duradouro.
Fica a dica.

“Lição Número Oito

Aprenda a amar os erros dele.
Você vai achar difícil acreditar, nós sabemos, mas mesmo lordes tão fantásticos quanto esses terão um ou dois defeitos. Talvez ele ria um pouco alto demais ou a visão dele não seja tão boa. Talvez ele
tenha uma mecha de cabelo rebelde que lhe cai sobre os olhos apesar de todas as tentativas para domá-la.
Aceite esses defeitos, cara leitora! Pois é nessas faltas insignificantes que encontramos o encanto e a alegria de qualquer casal bem-resolvido.
Estas lições, se bem utilizadas, garantirão que ele a adore apesar dos seus próprios defeitos!
Você não lhe deve a mesma coisa?

PÉROLAS E PELIÇAS, JUNHO DE 1823”


Recomendo a leitura dos livros 1 e 3, pois são tão intensos, sexys, deliciosos e divertidos quanto este que lhes comentei. Ou melhor, leia tudo o que Sarah escreveu, por que é diversão garantida e entretenimento absoluto.
Beijinhos!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário