02 abril 2017

Codinome Lady V - Lorraine Heath


Sinopse:

Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação. 

Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas. 

Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes. 

Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes.





A heroína rouba a cena neste livro, mas deixe-me falar primeiro sobre o nosso herói, Ashe. Por que meu amor esse e dos meus, fogo na roupa e pouco para ele.

O duque de Ashebury é um homem muito bonito. Sua paixão na vida é tirar fotografias brilhantes, e tudo decorre de uma infância muito devastadora. Seus pais foram mortos em um acidente ferroviário, deixando-o para trás para lidar com a dor imensa. Juntamente com os gêmeos que também perderam seus pais, estes três são enviados para o Marquês de Marsden da propriedade, a ser criado. Marsden perdeu sua esposa antes de tudo isso, e agora é um homem quebrado. Enquanto ele toma os três jovens, alimenta-los e lhes dá abrigo, eles são muito bonitos por conta própria.

Como adultos, eles são conhecidos como os três infernos. Ashe, sendo um duque, tem a atenção de cada senhora em cada reunião, embora à noite, ele gosta de freqüentar uma boate muito naughty - um onde os homens e as mulheres mascaradas se reúnem para o sexo. Desde que as senhoras usam máscaras, suas identidades podem estar a salvo da desgraça da tonelada. Aqui é onde o nosso herói encontra a nossa heroína.
Minerva sabe que ela está firmemente na prateleira. Ela é uma solteirona e praticamente nada pode ser feito sobre isso. E embora ela aceite esse fato e seja realista sobre isso, dentro dele a deixa triste. Ela nunca foi beijada. A pele nua de um homem nunca tocou a dela. Ela quer paixão em sua vida e um pouco de romance ousado. Minerva é muito rica - seu pai possuía e depois vendeu um conhecido salão de jogos. Seus pais a adoram e a apóiam. Ela cresceu falando sua mente, discutindo sobre eventos atuais e nunca um a rir atrás de um fã. Isso, naturalmente, faz com que os homens que vêm a ela apenas para o seu dote se encolher. Os homens que ela conhece só a querem por seu dinheiro, não por sua aparência simples ou sua discussão animada. Minerva recusou mais de uma proposta de casamento, recusando casar e ficar entediada o resto de sua vida. Mas romance - ela não tem certeza se ela pode viver sem isso, então ela decide ir para esta discoteca risqué para perder sua virgindade. Ela quer ser tocada por um homem, e darn ele - ela vai fazer isso acontecer.

Ela coloca uma máscara e acaba pegando o olho de Ashe. Ela conhece Ashe de outros compromissos sociais, embora ele não a reconheça com seu disfarce. Eles vão lá em cima e então Ashe pergunta algo peculiar dela - ele quer fotografar suas pernas. Ela acha que isso é uma perversão e rejeita isso. Ele então percebe que ela é virgem e toda a noite vai para o inferno. Mas há algo nela que o cativa - e como Ashe corre para Minerva em outras bolas e tal, ele começa a ter a suspeita de que ela é sua beleza mascarada.
Ashe leva seu tempo com ela, não querendo empurrá-la muito rápido. Uma coisa que me incomodou um pouco é o fato de que Ashe se depara com problemas financeiros e a grande coisa de Minerva na vida são homens que a desejam apenas por seu dote. Era tão previsível. Ashe não diz Minerva sobre seus problemas financeiros, então você provavelmente pode adivinhar o resto. Gostaria que não tivesse sido o grande conflito no final. Eu também acho que Ashe poderia ter sido um pouco mais doente de amor no final. Há momentos em que pensei que ele realmente queria o dote de Minerva, não apenas seu coração. Ele me convence até o fim, mas estava próximo.
Eu vou admitir quando o sex club veio pela primeira vez na página, eu rolei meus olhos um pouco. Não temos clubes sexuais suficientes no romance de hoje? Năo podemos ter sexo misterioso ou algo parecido? Mas, eu aquecido até que uma vez eu percebi que não ia ultrapassar a história muito. Embora não confirmado, Ashe é bastante certo de seu amante mascarado misterioso muito rapidamente, mas ele não quer assustar Minerva fora. Ashe tem medo de amar - seu guardião se tornou um homem quebrado depois que o amor de sua vida morreu, e Ashe não quer isso para si mesmo. Ele se diverte com as senhoras e se diverte com a fotografia. Enquanto ele viaja ao redor do mundo e mostra suas fotografias, as de mulheres, ele mantém tudo para si mesmo. Minerva é uma mulher muito auto-confiante, mas também não tem medo de admitir que ela tem algumas vulnerabilidades. Ela quer experimentar paixão, mas está muito nervosa sobre a coisa toda. Ela quer que Ashe a fotografe, mas deitada na cama expondo partes de sua perna que nenhum homem jamais viu antes a torna tão vulnerável. Eu amo que ela encontra a coragem de tentar coisas novas, e empurra contra as normas da sociedade. Só porque ela é uma mulher não significa que ela não deve gostar de sexo ou outras coisas íntimas.
Os dois irmãos que cresceram com Ashe depois que seus pais morreram têm um grande papel neste livro também - eu suponho que eles também recebem livros. Bom começo para uma nova série.



O melhor de tudo nas resenhas de livros de época e que você se envolve tanto, que acaba pegando trejeitos de fala e escrita, foi um honra resenhar aos nobre colegas nessa linda tarde primaveril.



11 comentários:

  1. A resenha já prendeu a atenção, o livro deve ser muito bom, daqueles que você não sossega enquanto não termina! Minha wish list só cresce, enquanto isso! kkkk

    ResponderExcluir
  2. Olá Anne, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas como gosto muito de romances de época, me chamou atenção só pela capa. Acho que esses romances são sempre previsíveis né? Mas creio que essa história tem uns elementos diferentes, então gostaria de conferir.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Eu particularmente não gosto de romance histórico, mas por falta de interesse mesmo
    Por sempre ter prioridades e tals
    Mas conheço uma amiga que é super fan desse estilo literário vou mandar o link do seu post para ela, se ela gostar dou de presente para ela.
    Bjs
    www.dobbyapresenta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: se até eu gostei da sinopse imagina essa minha amiga ♥️

      Excluir
  4. Olha, esses romances de época não são meus favoritos... Mas essa resenha conseguiu me puxar pra dentro da história e querer saber o resto.. adorei ela ser dona da própria vida e querer experimentar as coisas.. esse é um livro de época que eu leria facilmente. Amei. Bjo! Thata

    ResponderExcluir
  5. Fiquei bastante interessada neste livro :) Acho que vou pesquisar mais sobre ele aqui nas lojas! <3
    Fiquei bastante curiosa com o enredo e com a ideia de independência da rapariga.

    Beijinhos,
    Mii
    Comic Life Blog

    ResponderExcluir
  6. Que livro bacana. Adorarei ler e conhecer mais sobre esses personagens. Quero saber o que acontece.

    ResponderExcluir
  7. A trama do livro me surpreendeu, rs. Ao começar a ler a resenha, imaginei que se tratasse de um daqueles livros de época de amores impossíveis e açucarados - nada contra Jane Austen, hehe! - mas vi que tem até clube de sexo. Bom, a história se passa tempos atrás mas a complexidade do ser humano não mudou muito, rs.

    Muito bom, Anne!

    ResponderExcluir
  8. Oiee,

    Estou super curiosa para ler esse livro até já pedi emprestado a uma amiga que leu, gosto bastante de romances históricos e espero poder conhecer a escrita da autora!

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Anne, tudo bem?

    Fui lendo sua resenha e só pensando em uma coisa: Preciso ler esse livro. Ultimamente tenho lido vários Hot's que conseguem prender a minha atenção e sber que este livro é um hot com um quê a mais me deixa ainda mais animada. Com toda certeza lerei a obra, pois toda a trama me encantou, gosto de um bom clichê!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é TÃO amor <3
    Depois que terminei essa hsitória estava completamente apaixonada pela Minerva, nunca vi mocinha tão forte e fodona assim nos romances, principalmente nos de época.
    Estou louca pelos próximos dessa série, espero que a editora traga logo

    ResponderExcluir