11 agosto 2016

Gêneros Literários - Fantasia


Fantasia 

 Por: Ana Cláudia Oliva 


(Ótimos Livros do gênero Fantasia)


Olá, voltei... Hoje vou falar de outro gênero literário, fantasia! Um gênero que muitos leem, mas poucos entendem.

A primeira coisa que preciso explicar é a diferença de FANTASIA e FICÇÃO.
Vamos as denominações:

Ficção: Se refere a qualquer história que inclua um fator científico como um componente essencial da narrativa. Lida principalmente com o impacto da ciência – real ou imaginária – sobre a sociedade ou indivíduos.
Fantasia ou Ficção Fantástica: É um gênero da ficção em que se usa geralmente fenômenos sobrenaturais, mágicos e outros como um elemento primário do enredo, tema ou configuração.



Fantasia foi um gênero comum de revistas pulp publicados no Ocidente. Em 1923, foi criada a primeira revista totalmente dedicada a fantasia, a Weird Tales. Muitas outras revistas semelhantes surgiram, mais notadamente The Magazine ofFantasy& Science Fiction. O formato de revista pulp estava no auge de sua popularidade neste momento e foi instrumental em trazer a fantasia para um público amplo, tanto nos Estados Unidos, quanto no Reino Unido. Essas revistas também foram determinantes para o surgimento da ficção científica, e foi nessa época que os dois gêneros começaram a ser associado um com o outro.

Bom, agora que já sabemos as diferenças, vamos falar de fantasia dentro da literatura.

Os livros deste gênero normalmente não se limitam só ao mundo material, e são uma fonte inesgotável de enredos. Temos como exemplos clássicos que trazem elfos, centauros, dragões e vampiros, como personagens. Isso não é uma regra, e quando existem são vistos como elementos da história. É comum encontrarmos jovens guerreiros, magos, profecias, maldições demoníacas, lendas de dragões, etc...

Encontramos nas livrarias ótimos títulos publicados desse gênero. Posso citar aqui O senhor dos Anéis - J. R. R. Tolkien, As Crônicas de Nárnia -C. S. Lewis, Earthsea da escritora americana Ursula K. Le Guin, mas foi com Harry Potter - J.K. Rowling que o gênero fantasia aumentou sua popularidade mundial. A história do bruxo estilo gata borralheira arrebatou milhões de corações (inclusive o meu) e mesmo depois de 14 anos do lançamento do primeiro livro, ainda vende milhões de exemplares.

Normalmente os livros de fantasia são publicados como séries ou sagas tendo pelo menos 3 volumes. É fácil encontrar sagas com 10, 12, 15 livros. Temos como exemplo a Irmandade da Adaga Negra – JR Ward, que hoje já está com 14 livros publicados. Esta série conta a história de vampiros guerreiros que lutam para manter o equilíbrio e aumento da raça. Há vários elementos de fantasia, mas as histórias se passam no momento atual. Os guerreiros da Irmandade lutam contra uma sociedade secreta que tem como principal e único objetivo, extinguir os vampiros da face da terra. Cada livro conta a história de um integrante da Irmandade, desde séculos passados até o momento atual. Esta saga além de fantasia é hot. Todos os guerreiros encontram ou resgatam um amor e com isto aumentam o clã da Irmandade. 

São histórias belíssimas e algumas até sofridas. Nossa... que mistura!! 

Outra saga muito conhecida deste gênero é "Jogos vorazes" com o primeiro livro com o próprio nome da saga, Jogos Vorazes, Em Chamas e A Esperança de Suzanne Colins. Esta trilogia mistura ficção cientifica, mitologia e claro muita aventura, com jovens que lutam pela sobrevivência em batalhas transmitidas ao vivo, como um reality show. Há quem diga que esta séria é do gênero distopia, causando assim uma grande discussão.

No Brasil temos ótimos autores que escrevem literatura fantástica. Posso citar aqui a série Dragões de Éter do carioca Raphael Draccon, com mais de 200 mil exemplares vendidos. A batalha do Apocalipse de Eduardo Spohr com altas doses de fantasia e recheado de personagens místicos e, A fada da escritora paulista Carolina Munhoz, que conta a história de Sophie uma jovem que deixa para trás seu reino místico para encarar as responsabilidades de uma vida adulta.  

Mas o nome que impera neste gênero é o do precursor no Brasil, André Vianco. O jornalista lançou em 2000 o livro Os sete, originalmente classificado como romance, que conta a história de sete cadáveres aprisionados em uma caixa, após serem acusados de bruxaria, em uma caravela portuguesa naufragada. Esta caixa contem vários alertas para que não seja aberta, mas a curiosidade de uma equipe de pesquisadores é maior que o medo do desconhecido. O que pode ser tão perigoso? Basta que o primeiro cadáver desperte, para que eles entendam o real perigo. 

Não posso deixar de falar do livro Fatal de Bianca Aliester, que  conta a história de Celina, um demônio feminino que se alimenta da energia vital dos homens, e também os utiliza para fins sexuais pois é detentora de uma poderosa atração sexual. No entanto Celina nunca se satisfaz em suas relações até que cruza com Alan, um mulherengo que não quer nada sério com ninguém. Apesar da relação sexual do casal ser intensa e explosiva, Alan não cai nos encantos de Celina e isso faz com que ela o queira de todas as formas. Com uma personagem decidida que usa de todas as armas para conquistar um homem, o livro tem toques de humor e muita fantasia. A continuação de nome Mortal está disponível na plataforma Wattpad.

         Há também o sucesso Espadachim de Carvão – Affonso Solano, que conta com 2 volumes e narra a história de Adapak um jovem de pele absolutamente negra mas com os olhos brancos que cresce com os ensinamentos divinos repassados por seu pai,  um dos quatro deuses de Kurgala. Recluso em sua ilha sagrada que é afastada e adorada pelas diferentes espécies do mundo. Adapak sabe que nunca pode deixar a ilha, até que quando completa  dezenove ciclos ele testemunha a invasão de seu lar por um grupo misterioso de assassinos. E assim começa a jornada pelo mundo cheio de perigos. Uma história escrita com enredo altamente fantasioso, mas com muita aventura.
     
         Vou para por aqui. Espero que tenham gostado e que esse texto tenha despertado o interesse desse gênero tão pouco abordado, mas com uma infinidade de títulos a disposição de leitores vorazes como eu!

Ps: Recomendo também outras obras fantásticas:

  • Adeus a humanidade – Marcia Rubim
  • Albertine e Minueto da Madrugada – Décio Gomes
  • Série Mais Além da Escuridão – Catia Mourão


Até a próxima, matilha ... <3






Nenhum comentário:

Postar um comentário